Notícias

26, Junho, 2017

Câmara Setorial de Culturas de Inverno
1206 c%c3%a2mara bsa
No dia 13 de junho de 2017 a ACERGS/SINDIAGRO, representada por seu Presidente, Vicente Barbiero, esteve em Brasilia reunida com os Srs. Francisco Bezerra e com o superintendente de operações comerciais, Sr. Rogério Gonçalves, ambos da CONAB, ocasião em que foram relatados os problemas encontrados para acessar os prêmios de apoio a Comercializações PEP e PEPRO. Na oportunidade foram apresentados os números de operações pendentes de pagamento, o que vem desestimulando o setor quanto a utilização dos mecanismos de comercialização. No encontro foi salientado acima de tudo a dificuldade de entender o edital, por ser muito técnico, e ato contínuo acordou-se a montagem de um Grupo de Trabalho no RS, com a posterior participação de técnicos do MAPA e da CONAB, objetivando dar uma nova dinâmica no entendimento do edital e por conseqüência um melhor aproveitamento . Ha um entendimento que isso precisa ser feito com caráter de urgência para estar pronto para próxima safra.
 
No mesmo dia Barbiero participou de reunião da Câmara Temática das Culturas de Inverno, onde discutiu-se a redução do plantio do trigo nos estados além de, novamente, voltar ao assunto das dificuldades de acesso ao PEP e PEPRO. Destas discussões ficou acertado que ACERGS estará liderando esse grupo de trabalho que será composto pelos estados do RS, SC e Paraná, com a participação de todos os representantes da cadeia como Farsul, Fecoagro, Conab, Embrapa, alguns corretores, onde se buscará discutir formas de facilitar o acesso aos mecanismos de comercialização.
 
A ACERGS participou ainda de reunião com o Diretor do Departamento de Crédito e Estudos Econômicos – DCEE/SPA, Wilson Vaz de Araújo, na tarde de hoje no MAPA, com participação dos diretores da ACEBRA Roberto Queiroga e Vicente Barbiero, quando foi discutida a tramitação do texto da Medida Provisória BNDES/Cerealistas. O texto que se encontra no departamento jurídico do MAPA, aguarda tratativas finais antes de seguir para os ministérios da Fazenda e do Planejamento, antes da publicação pela Casa Civil no Diário Oficial. Segundo informações do MAPA, a Medida Provisória será editada até o dia 01 de julho.
 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

VEJA TAMBÉM OUTRAS NOTÍCIAS